September 22, 2016

Patente “roubada”

Patente “roubada”

Foi em 14 de janeiro de 1876 que o inventor norte-americano Alexander Graham Bell obteve oficialmente a patente da invenção do TELEFONE,  apesar do mesmo ter sido inventado pelo italiano Antonio Meucci.

Meucci  nasceu em Florença, em 1808 e mudou-se para Nova York, com a esposa, Ester Mochi, em 1850.  Em 1856 Meucci construiu um telefone eletromagnético – que denominou telettrofono – para conectar seu escritório ao seu quarto, localizado no segundo andar da casa, pois sua esposa sofria de reumatismo.

Porém, devido a dificuldades financeiras, Meucci apenas conseguiu pagar a patente provisória de sua invenção. Acabou vendendo o protótipo do telefone a Graham Bell que, em 1876, patenteou a invenção como se fosse sua. Meucci o processou, mas morreu durante o julgamento e o caso foi encerrado. Assim, durante mais de um século, Graham Bell foi considerado e festejado como o inventor do telefone.

A redenção de Meucci e justiça história foi restabelecida quando,  em 11 de junho de 2002, o Congresso dos Estados Unidos aprovou a resolução N°. 269, estabelecendo que o inventor do telefone foi, na realidade, Antonio Meucci e não Alexander Graham Bell.

Related posts