September 22, 2016

Glauber Rocha

Glauber Rocha –

Focus, Web, News, Glauber, Rocha, Cinema, Novo, Nelson, Pereira, dos, Santos, Terra, em, Transe, Barravento,5O cineatas baiano GLAUBER ROCHA nasceu em Vitória da Conquista no dia 14 de março de 1939. Nenhum outro nome do cinema brasileiro, das décadas de 60 a 80, causou tanta controvérsia, foi mais amado e criticado. Ninguém personificou a rebeldia transgressora de sua época como Glauber. Ele foi a mais influente expressão internacional do nosso cinema em todos os tempos. Depois de formar seu nicho de admiradores no Brasil, o cinema de Glauber encantou os intelectuais e jovens da Europa. Mesmo num ambiente fechado como o cinema norte-americano, conquistou fãs ardorosos como Martin Scorcese que viria a transformar o clássico “Deus e o Diabo na Terra do Sol” como “guia referencial” para os atores que seleciona .

Focus, Web, News, Glauber, Rocha, Cinema, Novo, Nelson, Pereira, dos, Santos, Terra, em, Transe, Barravento,2Francois Truffaut, Fritz Lang, Akira Korosawa e Robert Altaman apontaram Glauber como um dos mais importantes diretores de todos os tempos. De fato, o baiano foi um dos retratos mais fiéis da criatividade apocaliptica e busca obsessiva por liberdade estética que marcou o cinema das décadas de 50 e 60, e desguou no chamado “Cinema Novo”. Movimento renovador do cinema brasileiro que teve no próprio Glauber e em Nélson Pereira dos Santos, suas maiores expressões. Para o grande público, gostar de Glauber Rocha não é simples nem fácil. Seus filmes têm um radicalismo desestrutural desconcertante. Parace mesmo cinema-caos, cinema-lixo e cinema amador.

Focus, Web, News, Glauber, Rocha, Cinema, Novo, Nelson, Pereira, dos, Santos, Terra, em, Transe, Barravento,4Mas é exatamente por isso que, quem gosta, se apaixona radicalmente. Porque o cinema de Glauber não é só cinema. É atitude, desafio intelectual e encanto radical. É preciso querer entender para viajar no seu universo onde forma e conteúdo  construíam-se “no ato”. Essa experiência ele trouxe para a TV no antológico programa “Abertura” da Tv Tupi, onde as intervenções de Glauber se tornaram marcos do processo de fim da censura e reconquista da democracia no Brasil.

Aos interessados, vai abaixo uma resenha ultra-resumida de seus longa metragens, excluindo aí os curtas. documentários e colaborações coletivas.:

1961 – Barravento – Glauber stréia com temática social a partir da vida numa aldeia de pescadores em Salvador. 

1964 – Deus e o Diabo na Terra do Sol – O filme que causou furor (embora sem nenhuma premiação) no Festival de Cannes e o tornou mundialmente famoso .

1967 – Terra em Transe– Transgressor, político e anarquista, é o filme apontado como uma das fontes de inspiração do Tropicalismo. Proibido no Brasil pela ditadura militar, teve premiação paralela simbólica em Cannes e ganhou o Leopardo de Ouroi do festival de Locarno (Suíça).

Focus, Web, News, Glauber, Rocha, Cinema, Novo, Nelson, Pereira, dos, Santos, Terra, em, Transe, Barravento,31969 – O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro – Prêmio de Melhor Direção do Festival de Cannes

1970 – Cabeças Cortadas – Filme pouquíssimo visto, ficou anos sem ser completado e tem no elenco um dos atores-ícones da contracultura dos anos 70, o francês Pierre Clementi. Fotografia exuberante e a direção de glauber em tom contemplativo e melancólico. É considerado um de seus melhores tra

1970 – O Leão de Sete Cabeças – Filmado no Congo, este é outro filme de Glauber muito pouco conhecido e raramente reexibido.

1972 – Câncer – O exercício mais intimista e despretensioso de Glauber Rocha. Iniciado em 1968 e só concluído em 1972.

1975 – Claro – Filmado a toque de caixa em duas semanas em Roma, “Claro” é um ensaio experimental onde Glauber explora várias formas de diálogo entre imagem e som. Muitos consideram seu melhor filme depois do “Dragão da Maldade”.

1980 – A Idade da Terra – O último longa de Glauber, controverso  como sempre, pagou um preço alto por ser financiado pela Embrafilme, estatal do cinema à época da ditadura militar. Foi execrado pela crítica e recebido com vaias no Festival de Veneza. Revoltado e desgotoso, Glauber jurou não mais fazer cinema. O que, de fato, aconteceu.

Assista abaino, na íntegra O DRAGÃO DA MALDADE CONTRA O SANTO GUERREIRO

Favoritos ao Oscar 2016 Focus Web News TV Shows carlos Borges Pedro Ocricciano SEO WEB Noticias Florida USA Estados unidos Miami

Inscreva-se em nosso canal

http://www.youtube.com/c/CarlosBorgesFocus

Conheça nosso Portal de Notícias

http://focuswebnews.com/

Redes Sociais

Facebook I Twitter I Google+ I Linkedin

Programas Semanais no FOCUS WEB NEWS

Abaixo estamos disponibilizando links com assuntos que possam lhe agradam, basta clicar e divirtir-se, com o nosso conteúdo!

#AGENDA#ARTES #BUSINESS #CINEMA #ESPORTES #MÚSICA #POLÍTICA #FOCUSTVSHOWS
#VIAGEM #FEEDBURNER

Related posts