September 22, 2016

Akira Kurosawa

Akira Kurosawa –

focus,web,news,akira,kurosawa,japão,samurai,cinema,oscar,scorcese,copolla,1Aquele que viria a ser o mais célebre de todos os cineastas japoneses, AKIRA KUROSAWA começou sua carreira como pintor e ilustrador. Sua paixão pelo cinema, entretanto, o levou a procurar emprego como assistente em qualquer setor que precisasse de trabalhadores, nas produções japonesas dos anos 30. Um de seus primeiro empregos foi ao lado do diretor Kajiro Yamamoto, como assistente de direção e roteirista.

Nascido em 23 de março de 1910, em Tóquio, Kurosawa estreou seu primeiro longa em 1943. O filme “Sugata Sanshiro” possuía longas sequências de artes marciais, tema que viria a ser recorrente em muitas vezes em suas produções futuras.

Sua paixão pela cultura japonesa, assim como o perfeccionismo e dedicação aos detalhes foram marcas registradas em obras-primas inesquecíveis como “Os Homens que Pisaram na Cauda do Tigre”, “Os Sete Samurais” e “Trono Manchado de Sangue”.

Sua experiência como pintor lhe permitiu que dedicasse muito tempo aos storyboards dos seus filmes, desenhando cada personagem e cenário. Kurosawa era conhecido pelo primor com que construía os sets de filmagem, chegando a reconstruir ruínas inteiras de castelos para que pudessem imprimir maior fidelidade e realismo às cenas.  Embora fosse reverenciado internacionalmente, Kurosawa enfrentou grandes dificuldades financeiras dentro de seu próprio pais.

No Japão, era criticado por ter uma “estética ocidentalizada”, indo de encontro ao padrão minimalista e introspectivo do cinema japonês das décadas de 60 e 70. Chegou a tentar o suicídio, mas fora salvo pela benevolência de diretores ocidentais como Martin Scorsese e Francis Ford Copolla que, como admiradores do seu trabalho, o apoiaram em busca de patrocínio fora do Japão.

Com folego renovado, lançou, na década de 80 “Kagemusha – a Sombra do Samurai”, e “Ran”, considerada a sua obra máxima. “Ran” venceu o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, em 1985. Na década de 90, dirigiu “Sonhos”, sua reflexão existencialista sobre o homem, a ganância e a natureza. Kurosawa faleceu em 1998, aos 88 anos, deixando sua marca de humanidade, respeito pela cultura de seu povo, assim como uma reverencia à plasticidade e ao perfeccionismo.

Uma série para os fãs do cinema brasileiro:

100 filmes essenciais do Cinema Brasileiro

Favoritos ao Oscar 2016 Focus Web News TV Shows carlos Borges Pedro Ocricciano SEO WEB Noticias Florida USA Estados unidos Miami

Inscreva-se em nosso canal

http://www.youtube.com/c/CarlosBorgesFocus

Conheça nosso Portal de Notícias

http://focuswebnews.com/

Redes Sociais

Facebook I Twitter I Google+ I Linkedin

Programas Semanais no FOCUS WEB NEWS

Abaixo estamos disponibilizando links com assuntos que possam lhe agradam, basta clicar e divirtir-se, com o nosso conteúdo!

#AGENDA#ARTES #BUSINESS #CINEMA #ESPORTES #MÚSICA #POLÍTICA #FOCUSTVSHOWS
#VIAGEM #FEEDBURNER

Related posts